sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Porquê adiar a introdução dos sólidos até aos 6 meses?



Como é do conhecimento geral, actualmente a OMS aconselha a amamentação em exclusivo até aos 6 meses e só depois dessa idade iniciar a alimentação complementar (sólidos).

No entanto, perguntam-me sempre muitas vezes o porquê desta recomendação (sobretudo mães que estão a ser pressionadas pela família, por vezes até pelo pediatra, para iniciar a alimentação complementar antes dos 6 meses).

O ideal seria esperar até o bebé mostrar sinais de que está pronto para iniciar a diversificação alimentar (alguns bebés, poucos, podem estar prontos por volta dos 4 meses, a maioria por volta dos 6 e outros  poderão recusar qualquer contacto com outros alimentos além do leite materno até por volta dos 8 meses).

Como saber então se o bebé está preparado para iniciar a alimentação complementar?

O próprio bebé nos dará os sinais:

-O bebé consegue sentar-se e manter-se direito para comer, sem ajuda

-O bebé mostra interesse pela comida quando vê os adultos a comer e tenta agarrar os alimentos para os levar à boca

-O bebé já perdeu o reflexo de protusão da língua (um mecanismo de protecção que faz com que o bebé empurre, para fora, com a língua tudo o que lhe é colocado na boca)

Porque é importante o aleitamento materno exclusivo até os seis meses (ou até o bebé mostrar os sinais de que está preparado)?

Há várias razões:

Em primeiro lugar porque confere ao bebé uma maior protecção imunológica (a protecção mantém-se por todo o tempo que durar amamentação mas tem mais efeitos enquanto for exclusiva).

Porque se estima que 6 meses é o tempo que o sistema digestivo do bebé necessita para amadurecer completamente e poder tolerar outros alimentos, evitando desta forma reacções, tais como gases, obstipação e outros problemas digestivos.

Até mesmo ao nível do desenvolvimento motor, um bebé de 6 meses já conseguirá mostrar que está preparado para receber outros alimentos, sendo capaz de sentar-se melhor, recusando quando não quer mais alimento e agarrando a comida com as próprias mãos para levar à boca.

Amamentar em exclusivo até aos 6 meses também diminui os riscos de reações alérgicas aos alimentos e de eventuais carências de ferro.

Por outro lado, amamentar em exclusivo até aos 6 meses garante uma boa produção de leite na mãe durante mais tempo (num período em que ainda é fundamental para o desenvolvimento do bebé).

http://www.llli.org/FAQ/solids.html
http://www.kellymom.com/nutrition/solids/delay-solids.html
http://www.homemade-baby-food-recipes.com/babys-first-foods.html
http://www.babygooroo.com/index.php/2010/03/04/when-can-i-introduce-solids/
http://www.babygooroo.com/index.php/2009/08/27/balancing-your-baby%E2%80%99s-need-for-solid-foods-and-breastmilk/
http://www.askdrsears.com/html/3/t032000.asp
http://www.got-breastmilk.org/Whydelay.shtml

2 comentários:

Rosa Branca disse...

E quando o bebé, mesmo com fome, teima em não mamar? Começa a chorar e nós sabemos que é fome e mesmo assim ele custa a pegar na mama. Depois lá começa a mamar e satisfaz-se e dá para concluir que estava a chorar com fome.
O que será que provoca esta reacção no bebé?
Obrigada.
Rosa Branca

rosabrancapinto@gmail.com

http://www.blogger.com/profile/14684276477203764738

Sofia disse...

Olá Rosa,

Bem sem conhecer a situação é difícil dizer... há tantas possibilidades... Será que o bebé estava impaciente por algum outro motivo, com alguma dor...? Alterou-se alguma coisa na sua rotina? A mãe comeu algum alimento diferente? Mudou o seu cheiro corporal de alguma forma (ex novo champo, gel de banho, perfume...).
O bebé bebe biberão...?

Se quiser aprofundar a questão, envie-me um mail e tentarei ajudar: aquihabebe@gmail.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails