terça-feira, 30 de junho de 2009

De pequenino...

Já pensaram que os nossos costumes, princípios e ideais são grandemente influenciados por tudo aquilo que nos foi transmitido desde crianças...?

Já repararam que a maioria dos bonecos-bebés que se vendem para as crianças trazem quase sempre um biberon e/ou uma chucha...?

E já viram a Barbie grávida?


O bebé sai pela barriga (cesariana?) e a Barbie nem tem mamilos para amamentar, por isso vem já um biberon no pacote também:


Que princípios estaremos a transmitir às nossas crianças?

Porque não lhes damos bonecas destas para brincar e aprender? Esperemos que a Barbie do futuro seja mais parecida com esta:


4 comentários:

Tanita disse...

Isso é porque a Barbie vem lá dos Estados Unidos e por lá ainda é quase um crime amamentar...

What a shame!

Enfim!

Beijinhos

taskika disse...

olá sofia, obrigado pelo teu comentário, mas o qwue é facto é que ando um pouco desorientada: ver o bébé chorar e sem saber o que tem, é angustiante... Ele ao principio fazia sempre coco cada vez que mamava, agora já leva mto tempo e a mamar chora e movimenta as perninhas. Leva muito tempo a chorar e bolsa-se muito. Ele tem vindo a aumentar de peso muito bem, e todas as semanas o levo ao centro de saúde onde dizem que está tudo bem...Também já foi visto pelo pediatra uma vez o que me parece suficiente porque so ainda amanhã faz 1 mes...Toda a gente me fala nas cólicas, o que é certo é que não sei se poderá ser isso ou outra coisa, e a minha inexperiência não ajuda muito...Se ele levar muito tempo sem fazer cócó, que lhe devo fazer? Obrigado pelos teus blogs que nos ajudam muito..beijinhos

Sofia disse...

Olá,

Muito colo (o pano e o sling são das melhores formas de prevenir/acalmar as cólicas) , amamentar a pedido e massagens na barriga (diariamente mas numa altura em que esteja bem disposto, não quando está a chorar) são boas formas de combater as cólicas.

Os bebés amamentados em exclusivo podem passar vários dias sem fazer cocó pois o leite materno é absorvido practicamente na íntegra. O importante a observar é se quando finalmente faz cocó este é mole, se o bebé aumenta bem de peso, se está bem disposto na maioria do tempo e se molha bastantes fraldas.
Se assim for estamos perante uma "falsa obstipação" que não tem qualquer problema.

Neste momento tenho acesso limitado à net mas se precisares podes telefonar-me (tenho o número no blog).

Bjs e tudo a correr bem

Cat disse...

Eu não compro brinquedos para os meus filhos, não fiquem chocados mas é mesmo verdade.
Tenho uma família grande ( principalmente da parte do meu marido ) que nas épocas festivas oferece sempre muitos presentes, eu prefiro gastar dinheiro em livros ( qualquer dia transformo a minha casa numa biblioteca! ), e a verdade é que prefiro que sejam eles a construir os seus próprios brinquedos.

Mas, á dois meses atrás a Princesa pediu-me um "careca" ( um bebé ). Como costuma brincar muito com a Lua, a minha boneca que uso na massagem infantil, achei uma boa ideia... mas fiquei escandalizada, no supermercado só havia "carecas" com chuchas e biberões!!!
Não é isto que quero passar á minha filha, pensei eu... mas ela lá escolheu um e fiquei expectante... o que vai ela fazer com os adereços.... ela deu-lhe biberão é verdade, mas também lhe deu de mamar.... e pôs o bebé no pano :)
E era aqui que eu queria chegar...Nós, pais, somos os modelos para os nossos filhos.. Nunca se esqueçam disto!

Temos de transmitir aos nossos filhos que os bebés devem de mamar, que a cesariana só deve de feita para salvar a mãe ou o bebé, etc... não só com palavras mas também com actos... Na nossa sociedade as mães que amamentam fecham-se nos quartos, escondem-se... dar de mamar é obsceno... fala-se muito pouco com as crianças sobre o parto... aos 10 anos já as meninas dizem que ter filhos "dói muito"...
O que podemos fazer? MUITO...

Ser o exemplo, e falar, explicar ás crianças porque é melhor dar de mamar em vez de dar biberão, que o nascimento de um bebé pode ser um momento mágico, etc.

Está nas nossas mãos.. hoje acreditamos que parir dói, porque foi isso que nos foi passado de geração em geração... acreditamos que um bebé não sobrevive sem chucha... porque é isso que a sociedade nos transmite... mas está nas nossas mãos quebrar o ciclo!
Para quê uma "hora pequenina", quando se pode ter um "parto orgasmico"?

Parabéns Sofia, amei o post!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails